Presidente são-tomense considera incêndios em Portugal «uma triste tragédia»

São Tomé e Príncipe 17-10-2017 17:55
Por Lusa
O presidente são-tomense, Evaristo Carvalho, considerou os incêndios que vitimaram 41 pessoas em Portugal foram «uma triste tragédia» e manifestou «profundas condolências ao povo irmão», indica um comunicado de imprensa da Presidência da República.

«É com profunda dor e consternação que tomei conhecimento dos fatídicos incêndios que tem assolado várias localidades de Portugal e que tem causado mortes a dezenas de pessoas», escreveu Evaristo Carvalho, que expressou em nome próprio e em nome do povo são-tomense «as mais profundas condolências por essa triste tragédia».

O chefe de Estado endereçou também «votos de grande pesar, de solidariedade e muita coragem neste momento de dor e de luto».

As centenas de incêndios que deflagraram no passado domingo, o pior dia de fogos do ano segundo as autoridades portuguesas, provocaram, pelo menos, 41 mortos, além de terem obrigado a evacuar localidades, a realojar populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas.
Ler Mais

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais